Hospital de Loulé
Hospital de Loulé

Clínica Internacional de Olhão

10 de Agosto de 2018

Clínica Internacional de Olhão

Inaugurada há dois anos, a abertura da Clínica Internacional de Olhão colmatou um espaço que se encontrava por preencher na cidade, colocando ao dispor da população um serviço de Atendimento Médico Permanente aliado a uma das mais modernas unidades de Radiologia do Algarve
Clínica Internacional de Olhão

Com a chancela do Grupo Hospital de Loulé e um corpo clínico composto por mais de 70 especialistas, a Clínica Internacional de Olhão mudou a face dos serviços privados de saúde na cidade, facilitando o acesso a serviços diferenciados de saúde numa altura em que a oferta era praticamente inexistente. De acordo com o administrador, Ricardo Calé, quando a clínica abriu, havia três grandes propósitos: disponibilizar um Serviço de Atendimento Médico Permanente, que não existia na cidade, ser um espaço agregador do maior número de especialidades possível e ao mesmo tempo criar uma unidade de Radiologia. O responsável sublinha que a abertura do Atendimento Permanente foi o que diferenciou a clínica, numa primeira fase, “porque as pessoas reconheceram como uma mais-valia para a cidade o facto de poderem ter acesso a médico permanente, mesmo aos sábados, domingos e feriados”. Para dar resposta a uma população residente e flutuante cada vez mais volumosa, a Clínica Internacional de Olhão vai agora expandir-se para uma loja contígua e passar a ocupar um espaço equivalente a cinco lojas, aumentando, até ao início de 2019, os atuais 18 para 24 gabinetes. A clínica possui duas receções, uma para o atendimento permanente e ambulatório e outra para o atendimento na área da Radiologia, o que permite um atendimento mais rápido e personalizado, tal como a realização de exames num ambiente de maior privacidade. Localizada no último piso do espaço comercial Algarve Outlet (antigo Ria Shopping), em Olhão, a clínica encerra diariamente às 22:00. O Atendimento Permanente, que funciona sem marcação prévia, está disponível todos os dias até às 21:00.

Entrevista

Ricardo Calé, administrador da Clínica Internacional de Olhão

Qual o balanço que faz destes dois anos de atividade da Clínica?

O nosso principal desafio continua a passar por apresentar à comunidade esta importante resposta integrada de saúde agora existente na cidade. Ainda há uma franja considerável da sociedade que não conhece os serviços disponibilizados. Partimos do zero, mas não partimos com uma ou duas especialidades, nem com um ou dois dias de consultas. Partimos do zero com mais de 60 especialistas e com uma equipa médica e de enfermagem preparada para dar apoio imediato nas urgências. Naturalmente, a pressão era muito grande, mas rapidamente a pressão inverteu-se e agora o desafio que se coloca passa por darmos resposta à elevada procura, o que exigiu aumentar a nossa capacidade de resposta.

Em que especialidades ou serviços mais se tem refletido o aumento da procura?

As especialidades com mais procura são Ginecologia e Obstetrícia, Ortopedia e Medicina Dentária. Temos consultas destas especialidades em quase todos os dias da semana. Já no que respeita à Dermatologia, por exemplo, fizemos um investimento em todos os meios técnicos necessários para podermos realizar pequenas cirurgias e há pouco tempo adquirimos o equipamento necessário para a remoção de sinais. Havia muita procura por este tipo de procedimento e as pessoas eram obrigadas a deslocar-se a outra cidade para fazê-lo. Também fizemos um investimento muito grande na especialidade de Oftalmologia. Já fora do âmbito das especialidades médicas, fizemos uma grande aposta na área da Radiologia, que acaba por ser uma mais-valia muito importante em qualquer especialidade. Temos a única resposta na área de Radiologia na cidade de Olhão.

A existência de cada vez mais residentes de outras nacionalidades em Olhão tem também contribuído para esse aumento?

Sim, sente-se a diferença, mas a maior parte da procura continua a ser exercida por portugueses. A procura por parte de estrangeiros ronda os 20%, e estamos a falar, na sua maioria, de franceses, ingleses e italianos. A clínica apareceu numa fase importante de crescimento da própria cidade, ajudando a dar uma resposta integrada em termos de cuidados de saúde, ao mesmo tempo que está a beneficiar desse

Considera que a oferta de cuidados de saúde de qualidade em zonas com potencial turístico é determinante para a afirmação do destino?

As pessoas quando procuram um destino turístico privilegiam a qualidade, os serviços e a segurança. A nossa clínica permite dar resposta aos dois últimos fatores. Quando há uma urgência, as unidades hoteleiras da cidade têm contacto direto privilegiado com a clínica e são os próprios rececionistas que fazem automaticamente o

Que projetos tem desenvolvido a clínica em termos de medicina preventiva direcionada para a comunidade?

Desde o início que considerámos que tínhamos um grau de responsabilidade social para com a cidade, ainda mais tendo por trás uma estrutura tão forte como é o Grupo Hospital de Loulé. Começámos numa primeira fase por dar apoio a grande parte dos clubes da cidade e neste momento somos parceiros de mais de 80% dos clubes de Olhão. Fazemos exames desportivos no início da época, prestamos apoio médico em caso de lesão dos atletas e também marcamos presença, com apoio médico em eventos. Podemos dizer que passam aqui por ano mais de 3.000 atletas. 



MARQUE UMA CONSULTA

É rápido e fácil

reserve uma pre-marcação